História da Gravação de Som

História da Gravação de Som

No ano de 1877, o inventor norte-americano Thomas Edison desenvolveu o primeiro aparelho prático de gravação sonora, o fonógrafo.

Em 1881 Foi inventado o 1º disco de corte lateral, com 10 polegadas de diâmetro, sulcos profundos e marcas fortes para que o som seja reproduzido por uma máquina desenvolvida por Chichester Bell em 1885 Charles Tainter e Chichester Bell criaram um segundo modelo de gramofone.

Em 1888 Emile Berliner inventou um terceiro tipo de fonógrafo, o “Gramofone”, que faz a leitura horizontal do disco.

Em 1898 Valdemar Poulsen patenteou o primeiro gravador magnético, chamado “Telegrafone”. A gravação era feita num fio de metal.

Em 1902 Foram inventados os discos de dois lados, na América do Sul, por Ademor Petit

Em 1906 A Victor Talking Machine Company introduziu o primeiro fonógrafo totalmente encapsulado numa caixa, que em 1907 se tornou massivamente conhecido por "Victrola".

Em 1933  A firma inglesa Electric & Musical Industries, mais tarde EMI, inventou as gravações estereofónicas, gravando alguns discos de 78 revoluções por minuto.  

Em 1939 Marvin Camras inventou o gravador de som em fio de aço, que foi muito utilizado durante a 2ª Guerra Mundial.

Em 1969 O sistema de redução de ruído para K7’s “Dolby Noise Reduction” foi introduzido.

Em 1980 O primeiro leitor de CD’s foi finalizado, resultado da união entre as empresas Philips e Sony

Confira o vídeo com pedaço da gravação do primeiro aparelho de gravação
História da Gravação de Som História da Gravação de Som Reviewed by André Rossiter on 16:13 Rating: 5

Nenhum comentário:

André Rossiter. Tecnologia do Blogger.