Como Desvendar Mentiras. Entendendo a Mitomania

Como Desvendar Mentiras
Nem sempre a mentira está associada a um ato planejado, ao menos no sentido consciente de suas ações, a mesma pode estar ligada a um distúrbio ou doença mental comumente conhecida como pseudologia fantástica ou mitomania.
O mentiroso patológico chega a ter dificuldade de entender o que é verdade e o que é mentira em seu discurso de tanto que a pessoa mente.
É importante entender que o auto engano ou falsas memórias apresentam um discurso diferente na perspectiva de entendimento sobre a verdade nos sinais do corpo.
Dentre os motivos que levam uma pessoa a mentir de forma patológica o mais comum diz respeito a questões de aceitação social que supervaloriza crenças da pessoa em relação a suas angústias.
Devemos ter em mente que a mentira promovida pelo mentiroso patológico é muito diferente da mentira que tem um objetivo escuso em sua essência, enquanto a motivação do mentiroso patológico é emocional a mentira promovida pela pessoa de má fé ou má índole tem um objetivo claro.

A Mitomania deve ser tratada como uma doença e não um distúrbio de caráter.

Confira nosso playlist sobre vídeo aulas relacionadas a linguagem corporal

Leitura recomendada sobre a linguagem do corpo ou a arte de desvendar mentiras: paul ekman, andré rossiter, louise hay, pierre weill, tompakow, joão oliveira, cristina cairo, aldert vrij, david viscott, alexander lowen, ken dychtwald


Vídeo Aulas Diversas Sobre Linguagem Corporal e a Arte de Desvendar Mentiras

No meu instagram www.instagram.com/webrossiter você irá encontrar dicas de leituras, imagens sobre linguagem corporal, pensamentos e reflexões.
Se você deseja ter acesso a vídeo aulas exclusivas, apresentados de forma didática, conheça nossa web tv.

Se você gosta de linguagem corporal, possivelmente tem um lado espiritual bem desenvolvido e irá gostar de assistir algumas de nossas parábolas no Youtube.

Como Desvendar Mentiras. Entendendo a Mitomania Como Desvendar Mentiras. Entendendo a Mitomania Reviewed by André Rossiter on 02:45 Rating: 5

Nenhum comentário:

André Rossiter. Tecnologia do Blogger.