Introdução ao Feng Shui

feng shui

feng shui em recife
INTRODUÇÃO:
Feng Shui (pronuncia-se fong suei ou shuei) é a arquitetura sagrada dos chineses. Estuda o meio ambiente e a relação do homem com ele, a natureza e os ambientes onde vive. Tem como objetivo maior dispor edificações, aposentos e mobílias de maneira a gerar um bom fluxo da energia e também promover a harmonia espaço/homem/natureza, em função do conhecimento de que eles interagem entre si.
Feng Shui significa vento e água, uma vez que são os principais condutores da energia vital (chi). No entanto, existem diversas interpretações para esta denominação, entre elas 3 se destacam:
1. Ele é assim denominado porque sua sabedoria é como o vento que não se pode compreender e como a água que não se pode agarrar.
2. A água e o vento são os elementos fluídicos da natureza e fluem através dela assim como deve fluir a energia das coisas que buscamos na vida, como: amor, dinheiro, trabalho,etc...
3. Vento e água são elementos vitais para as pessoas, assim como a consciência da interação delas com o mundo pode também ser vital e dar para elas a perspectiva de uma vida melhor.
O importante é saber que o vento e a água devem fluir suavemente dentro de um
Ambiente, porque o vento forte arrasa tudo e o fraco não traz a movimentação da energia. Acontece o mesmo com a água: se vier com muita força destrói,e se estiver parada, fica estagnada e apodrece. Logo, os dois elementos devem ter seu fluxo controlado em relação aos ambientes em que vivemos.

ORIGEM
Foi gerado nos primórdios do pensamento chinês. Nasceu como conseqüência da percepção do homem de que existia uma dependência entre sua sobrevivência e o êxito da produção agrícola. Da consciência da influência dos ciclos do céu e da terra: chuvas, enchentes, sol, geada, estiagem, no resultado dessa produção. Da consciência da dependência de seus destinos das forças construtivas e destrutivas da natureza. Da necessidade de observá-las e seguir seu curso para não se prejudicar. Descobriram que certos lugares eram mais afortunados do que outros, e que todos elementos ambientais: colinas, regatos, estradas, portas e janelas influenciavam suas vidas. Como decorrência da observação descobriram que o desenvolvimento das plantações e a qualidade da colheita variavam de acordo com sua localização, assim como a qualidade de vida das pessoas variava de acordo com a localização de suas casas. Aperceberam-se que se uma pessoa trabalhasse o entorno de sua casa, poderia viver uma vida mais equilibrada e melhor.Estas e outras observações , juntamente com os princípios filosóficos chineses, formaram gradativamente os princípios que deram origem ao feng shui.
De início seus conhecimentos eram considerados secretos e transmitidos apenas às pessoas responsáveis pelo projeto e construção das cidades. Os especialistas em Feng Shui sabiam examinar a base de uma colina para conhecer a umidade do solo, observar o anel em volta da lua para prever o tempo, o verdor e a saúde das plantas para avaliar a fertilidade da terra..
Na década de 50, quando a China Comunista invadiu o Tibete, vários mestres fugiram do país e buscaram asilo no ocidente. Em conseqüência o feng shui difundiu-se nos Estados Unidos, na Europa e finalmente no Brasil, onde vários profissionais já incorporaram os princípios da filosofia a seus projetos. Durante o percurso até o Brasil, aconteceram modificações na maneira de aplica-lo, seja em função da transmissão oral, seja em função da interpretação cultural, mas o importante, é que a cada dia mais pessoas tomam conhecimento da influência que o lugar onde vivem e trabalham pode ter em suas vidas.
Esta seqüência de acontecimentos deu origem as diversas escolas.
Introdução ao Feng Shui Introdução ao Feng Shui Reviewed by André Rossiter on 07:52 Rating: 5

Nenhum comentário:

André Rossiter. Tecnologia do Blogger.