Educação a Distância. Teorias da Aprendizagem

Teorias da Aprendizagem

O Professor André Rossiter fez um resumo sobre as teorias da aprendizagem baseado em textos e documentários de diversos sites na internet sobre a perspectiva de diversos autores.
Teorias da Aprendizagem: Jean Piaget
Teorias da Aprendizagem
Jean Piaget iniciou os seus estudos sobre aprendizagem a partir de estudos já existentes sobre apriorismo (conhecimentos que adquirimos sem precisar interagir com o mundo, pela simples observação) e o empirismo (conhecimento adquirido a partir da interação com o mundo).
Piaget não acreditava por completo que o conhecimento era fruto nem do apriorismo tampouco do empirismo, ele acreditava que o conhecimento era base de observação e interação como nas teorias de apriorismo e empirismo, só que influenciados pelas estruturas cognitivas do sujeito.
Resumindo o conhecimento como o pensamento do indivíduo sobre as percepções e interações com o mundo ao seu redor que se resume de certa forma ao conceito de cognição.

Piaget fala sobre os estágios do desenvolvimento
De 0 a 1 ½ ou 2 anos: Sensório-motor
--- A criança busca coordenação motora a partir de sua interação com os objetos ao redor.
De 1 ½ ou 2 anos até 6 ou 7 anos: Pré-operatório
--- habilidade verbal e simbólica, também começa a nomear objetos e agir intuitivamente.
De 7 ou 8 anos até 11 ou 12 anos: Operatório concreto
--- Lógica com números e habilidade de solucionar problemas concretos.
De 11 ou 12 anos em diante: Operatório formal
--- raciocínio hipotético, deduções lógicas, fazer planos, refletir sobre possibilidades e os próprios pensamentos.

Inatismo - Platão
--- Defende que temos conhecimentos adquiridos ou habilidades natas a nossa existência como uma bagagem hereditária.
Empirismo - Aristóteles
--- Defende a teoria de que aprendemos principalmente a partir de nossa interação com o mundo ao nosso redor.
Construtivismo - Piaget
--- Defende que a inteligencia surge a partir da interação de ações mútuas entre indivíduos e o meio, mas que precisa da ação de pessoas para ser erguido.

Sujeito Epistêmico de Piaget
--- Este é um estudo sobre o processo de construção do conhecimento, proposições estas feitas a partir dos estudos iniciais de Kant reunindo saberes da biologia, psicologia e filosofia.
Piaget propões que a cada nova interação surge uma nova proposição e que o conhecimento avança num processo não acumulativo.
Piaget menciona a importância da experimentação por testes de hipóteses e soluções.

Esquemas de Ação de Piaget
--- Mostrou como as ações do indivíduo sobre o meio são motor da aquisição do conhecimento.

Conhecimento Prévio por Piaget
--- Entendimento de que o seu aprendizado ou conhecimentos prévios é a ponte para saber cada vez mais. Este entendimento ajuda no direcionamento da transmissão do conhecimento a partir do conhecimento dos alunos.
--- O diferencial desta teoria é que a mesma não restringe a possibilidade de aprendizado ao conhecimento prévio, sendo este um facilitador mas não um pré-requisito.

Adaptação e Equilibração por Piaget
--- Relata que a inteligência deve ser confrontada para evoluir.
A mesma confronta a possibilidade de que o avanço intelectual não ocorra pela possibilidade de confronto entre capacidades inatas sobreponham a compreensão de determinados fatos.
A equilibração confronta o entendimento do aprendizado entre o que se é transmitido e o que se é assimilado serem diferentes e se debate a importância da motivação no aprendizado.

Teorias da Aprendizagem: Burrhus Frederic Skynner
Teorias da Aprendizagem
Skynner foi inovador nas pesquisas sobre aprendizagem pelas suas contribuições sobre o behaviorismo (estudo do comportamento) radical sintetizando o comportamento humano ao Condicionamento Operante.
Pelo estudo do Condicionamento Operante Skynner estuda as formas que modelam a resposta dos seres humanos e animais como organismos através do reforço diferencial e aproximações sucessivas pelo fato que a resposta as ações geram consequências que reforçam ou repudiam a perspectiva deste comportamento se repetir.
Reforço primário e secundário: trata-se de respostas positivas e negativas quanto a um comportamento e a chance deste se repetir.
Reforço imediato e retardado: Diz respeito a evolução da pratica e utilização de estimulo, reforço por modelagem comportamental dos recursos de reforço primário e secundário.
Reforço positivo, reforço negativo e punição: Este estudo visa estudar a pratica e uso de reforços positivos ou negativos em detrimento a uma resposta a ação do elemento na modelagem de seu aprendizado.
Além de estimular e premiar respostas positivas ou correto direcionamento do aprendizado o reforço negativo reforça as ações positivas e o aprendizado se torna mais efetivo e facilita a modelagem de um comportamento.
Programações de reforço: Relata a importância de reforças as respostas numa linha de tempo para que o comportamento não se extingua.

Teorias da Aprendizagem: Lev Vygotsky
Teorias da Aprendizagem
Vygotsky concorda com Piaget em suas teorias, mas acrescenta as interações sociais aos seus estudos e propõe que o próprio conhecimento gera mais conhecimento.
Vygotsky acrescenta a importância da interação social e características de cada sociedade as teorias da aprendizagem de Piaget por acrescentar as relações interpessoais no aprendizado que antes eram vistos como fruto de processos internos.
Ao confrontar as relações interpessoais no aprendizado Vygotsky acaba por confrontar o inatismo de Piaget, Platão e Aristóteles.

Conceito de Zona de Desenvolvimento Proximal de Vygotsky
Ao falar sobre a importância das interações humanas na educação Vygotsky inova com a proposição de tirar vantagem das diferenças e apostar no potencial de cada aluno.
Sem diminuir a importância do professor Vygotsky aborda que o professor não é a única fonte de conhecimento na sala por levar em conta as experiências de cada um e a proposição de trabalhos em grupo.
O mesmo reflete também sobre a eficiência na junção de grupos de diferentes conhecimentos como se muitos pensando de forma igual reflexo de que alguém não está pensando.

Conceito de Aprendizagem Mediada de Vygotsky

Para Vygotsky, o professor é figura essencial do saber por representar um elo intermediário entre o aluno e o conhecimento disponível no ambiente.

Elementos mediadores de Vygotsky propõe o uso elaborado e refinado de objetos no ambiente como forma de aprendizado e propõe a possibilidade de aprender pelas experiências do próximo ou aqueles ao nosso redor.
Vygotsky também propõe que as interações humanos tem papel fundamental no processo de aprendizagem e concede com isso papel diferenciado ao professor no processo de aprendizado.

Conceito de Pensamento Verbal de Vygotsky
Para Vygotsky  é o pensamento verbal que ajuda a organizar a realidade em que vivemos.
Vygotsky fala que o significado das palavras une pensamento e linguagem pela associação que as palavras tem a objetos do mundo real e fala da percepção destes de acordo com contextos sociais e a interação humana que é influenciada por estes contextos sociais.

Teorias da Aprendizagem: Carl Rogers
Teorias da Aprendizagem
Para Rogers a tarefa do professor é liberar o caminho para que o estudante aprenda o que quiser.
Rogers sustentava que o organismo humano - assim como todos os outros, incluindo o das plantas - possui uma tendência à atualização, que tem como fim a autonomia. Na teoria rogeriana, essa é a única força motriz dos seres vivos.
Rogers estava convencido de que as pessoas só aprendem aquilo de que necessitam ou o que querem aprender. Sua atenção recaiu sobre a relação aluno-professor, que deve ser impregnada de confiança e destituída de noções de hierarquia. Instituições como avaliação, recompensa e punição estão completamente excluídas, exceto na forma de auto-avaliação. Embora anti-convencional, a pedagogia rogeriana não significa abandonar os alunos a si mesmos, mas dar apoio para que caminhem sozinhos.

Teorias da Aprendizagem: Edward Lee Thorndike
Teorias da Aprendizagem

A partir de seus estudos com animais Thorndike criou a lei do efeito que seria aplicado tanto ao comportamento humano quanto ao comportamento animal.
De acordo com a Lei do Efeito, todo comportamento de um organismo vivo (um homem, um pombo, um rato etc.) tende a se repetir, se nós recompensarmos (efeito) o organismo assim que este emitir o comportamento. Por outro lado, o comportamento tenderá a não acontecer, se o organismo for castigado (efeito) após sua ocorrência. E, pela Lei do Efeito, o organismo irá associar essas situações com outras semelhantes.

Teorias da Aprendizagem: David Ausubel
Teorias da Aprendizagem

Ausubel trata o conhecimento prévio como primordial para o aprendizado do aluno no conceito de aprendizagem significativa.
Ausubel relaciona a quantidade de conhecimento que temos como a porta para adquirirmos ainda mais conhecimento de forma significativa.
De certa maneira esta linha de pensamento vai na direção oposta ao behaviorismo e fala que o aluno tem capacidade de aprendizado independente do professor.
Ausubel leva em conta a história do sujeito e ressalta o papel dos docentes na proposição de situações que favoreçam a aprendizagem. De acordo com ele, há duas condições para que a aprendizagem significativa ocorra: o conteúdo a ser ensinado deve ser potencialmente revelador e o estudante precisa estar disposto a relacionar o material de maneira consistente e não arbitrária.
Com isso Ausubel fala que ensinar a criança sem levar em conta seus conhecimentos prévios é um desperdício de tempo.

Teorias da Aprendizagem: Abraham Maslow
Teorias da Aprendizagem
Maslow foi um dos propulsores do humanismo que de certa forma repudiavam teorias isoladas do aprendizado para criar uma visão de junção de várias teorias da aprendizagem como uma solução unificada e epistemológica (multidisciplinaridade de diversas ciências ou conceitos) do aprendizado.

Conceito da Hierarquia das Necessidades de Maslow
Tendo em vista que o meio afeta o aprendizado assim como as necessidades do indivíduo Maslow propõe uma hierarquia das necessidades que servem tanto como motivação quanto para o entendimento de fatores limitantes do aprendizado.
A teoria da hierarquia das necessidades parece ter uma plausibilidade direta, pessoal e subjetiva na vida das pessoas, pois se trata de uma abordagem humanística, que fala da essência da vida de cada indivíduo.
Maslow defende que ela atua diretamente no comportamento motivacional, entendendo a motivação, como resultado dos estímulos que agem com força sobre os indivíduos.
Necessidades Primárias Básicas: fome, sede, alimentação, segurança, moradia…
Necessidades de Segurança: Diz respeito a segurança quanto a manutenção de suas necessidades primárias como perspectiva de alimento, e segurança de forma estável.
Necessidades Sociais ou de Amor: Diz respeito a necessidade de fazer parte de um grupo ou de estar inserido dentro de um grupo.
Necessidades de Estima: Diz respeito ao reconhecimento de nossas capacidades pessoais pela visão do outro.
Necessidades de Auto Realização: Diz respeito a possibilidade de explorar o seu potencial máximo

Teorias da Aprendizagem: Maria Montessori
Teorias da Aprendizagem

Segundo a visão pedagógica da pesquisadora italiana, o potencial de aprender está em cada um de nós.

Montessori defendia uma concepção de educação que se estende além dos limites do acúmulo de informações. O objetivo da escola é a formação integral do jovem, uma "educação para a vida". A filosofia e os métodos elaborados pela médica italiana procuram desenvolver o potencial criativo desde a primeira infância, associando-o à vontade de aprender - conceito que ela considerava inerente a todos os seres humanos.

Ambientes de Liberdade: As crianças desenvolveriam o seu conhecimento e ao professor caberia reconhecer padrões e aptidões individuais como forma de explorar estes para que cada um possa desempenhar o seu potencial máximo.
Descobrir o Mundo: Montessori defendia que crianças estimuladas tenderiam a evoluir mais que as crianças que não fossem estimuladas pelo ambiente.
Escola sem lugar marcado: De certa forma não limitar o aluno a um determinado lugar o ensina de forma inconsciente que o mesmo pode lutar pelo que deseja já que a vida em determinados momentos trazem crenças limitantes quando por exemplo: você deseja passar férias em paris e só pode ir até a praia próxima de sua cidade isso acaba lhe ensinando inconscientemente a querer o que é possível e não o que se deseja e estipular lugares fixos de certa maneira limitaria ou imporiam crenças limitantes e por isso eram repudiados por Montessori.

Teorias da Aprendizagem: Anísio Teixeira
Teorias da Aprendizagem

O educador propôs e executou medidas para democratizar o ensino brasileiro e defendeu a experiência do aluno como base do aprendizado e foi propulsor da escola pública no Brasil.

Didática da ação: Anísio defende a liberdade do aluno no aprendizado e critica a memorização como contexto de aprendizado. Com isso a visão de aprendizado capacitaria o aluno a por em pratica por meio de ações o que foi aprendido.
A escola pública e integral como solução: Anísio Teixeira defendia que a educação não deveria ser um privilégio e que a mesma deveria ser pública e integral para melhor direcionar e capacitar o aluno.
Educação a Distância. Teorias da Aprendizagem Educação a Distância. Teorias da Aprendizagem Reviewed by André Rossiter on 08:01 Rating: 5

Nenhum comentário:

André Rossiter. Tecnologia do Blogger.